Japão: O que saber antes de ir

Você deseja se preparar para servir o reino de Deus no Japão? Ótimo! Aqui estão algumas coisas para se pensar.

Uma vez, perguntei a uma obreira japonesa de uma igreja local: “Com que tipo de missionários você gostaria de trabalhar?” Ela respondeu: “Missionários humildes” e continuou a explicar: “Aqueles que respeitam nossa cultura”.

Você não precisa ter um diploma em história e cultura japonesa para evitar desrespeitar a cultura japonesa. Mas um entendimento básico dessa história e cultura o colocará no caminho certo.

Desde a década de 1950, o Japão se destacou como um dos países mais economicamente e tecnologicamente avançados do mundo. Isso ocorreu ao lado da manutenção de uma cultura tradicional historicamente rica e única. O que isso significa para os missionários hoje? Considere explorar as seguintes perguntas:

  • Como os japoneses entendem a honra? A vergonha? Como isso se compara à minha cultura de origem?
  • Como grupos e comunidades priorizam a individualidade em relação à harmonia do grupo? Quem é responsável pelo sucesso e pela reputação do grupo?
  • A comunicação no Japão tende a ser direta (baixo contexto) ou indireta (alto contexto)? Como isso se compara ao estilo de comunicação da minha cultura?
  • Quais são algumas das normas implícitas e regras sociais que regem o comportamento das pessoas em suas vidas diárias?

Também é útil ter um entendimento básico das duas principais religiões no Japão: o Budismo e o Xintoísmo. A mistura dessas duas religiões está enraizada na vida cotidiana japonesa. Muitas casas têm tanto prateleiras para os deuses xintoístas (kamidana) quanto altares budistas (butsudan). Ao longo do ano, essas religiões aparecem durante festivais e práticas religiosas em dias especiais. A religião raramente é discutida ou pregada. Em vez disso, parece ser um código moral, uma forma de viver, quase indistinguível dos valores sociais e culturais.

Embora o Japão tenha sido descrito como um campo missionário notoriamente difícil, tive o privilégio de ver como Deus fez uma diferença eterna na vida das pessoas. Está considerando o trabalho missionário e se sente chamado para o Japão? Peça a Deus para aumentar o seu entendimento da cultura japonesa e a capacidade de comunicar o evangelho de maneira fiel e cativante.

Por KP, um Missionário da OMF.

Compartilhe este post

Envolva-se

Tem perguntas? Envie-nos um e-mail.

Sua consulta será encaminhada para a equipe OMF pertinente.

Contact Form - PT

Ai clicar em Enviar, você concorda com o processamento das suas informações de acordo com os termos em nosso Política de Privacidade.

OMF International possui uma rede de centros em todo o mundo.
Se o seu país/região não estiver listado, selecione nosso site internacional.