Como lidar com o lockdown: 4 lições que estou reaprendendo como solteiro

Estou servindo como missionário solteiro nas Filipinas desde 1989. Ao longo dos anos, passei por curtos períodos de isolamento. A agitação política me levou a ficar atrás de portas trancadas algumas vezes. Tufões devastadores me obrigaram a fechar todas as escotilhas e esperar a tempestade passar por até três dias. Uma erupção vulcânica durou cinco dias. Saí apenas entre as explosões maiores para varrer as cinzas do meu telhado. Algumas doenças também exigiram que eu ficasse em casa. A pior me manteve isolado por cinco dias; meus vizinhos pensaram que eu tinha morrido.

Este período atual de isolamento é único. Já é o mais longo. Quase todo mundo no mundo está sob um lockdown semelhante. A maioria de nós ainda pode se aventurar a comprar itens essenciais. O melhor de tudo, temos ferramentas de alta tecnologia. Durante grande parte das minhas períodos anteriores de isolamento, eu nem sequer tinha telefone.

Aqui estão algumas lições que estou reaprendendo:

1. Siga a regra de ouro

Jesus nos ensinou a fazer aos outros o que gostaríamos que fizessem para nós (Lucas 6:31). Nós, isoladamente, podemos esperar que outros nos alcancem. Se assim o fizerem, devemos nos alegrar. Mas é errado esperar que eles dêem o primeiro passo. Devemos fazer com eles o que gostaríamos que tivessem feito conosco. Perceba também que a situação deles pode ser muito mais desafiadora que a nossa. Alguns agora trabalham em casa. Com as escolas fechadas, seus filhos ficam no mesmo ambiente. Se aproxime dessas famílias. Talvez você possa se envolver como uma babá virtual lendo um livro para os filhos ou ajudando-os em uma tarefa escolar. Faça o que fizer, encontre maneiras de servi-los.

2. Torne suas necessidades conhecidas

Alguns de nós, solteiros, sabemos como resistir sozinhos. Ainda assim, todos temos necessidades, algumas das quais são mais difíceis de atender durante um lockdown. Além disso, nossa resposta ao lockdown pode mudar com o passar do tempo. No primeiro mês, eu estava entediado. Nas duas semanas seguintes, no entanto, esse tédio se transformou em fadiga. Minhas necessidades mudaram significativamente. Nossos supervisores podem achar que, como não entramos em contato, estamos indo bem. Devemos tornar nossas necessidades conhecidas de maneira adequada às pessoas certas. Permita que outras pessoas nos ajudem a carregar nossos fardos.

Levem os fardos pesados uns dos outros e, assim, cumpram a lei de Cristo. (Gálatas 6:2)

3. Deixe seus documentos em ordem

Essa é uma boa hora para garantir que nossos documentos estejam em ordem. Fiz toda a papelada para nomear representantes que terão acesso aos meus relatórios médicos caso eu fique doente. Também adicionei co-signatários à maioria das minhas contas bancárias e entre outras contas.

4. Alimente sua criatividade

Seja criativo. Organize atividades sociais virtuais. Os solteiros mais jovens talvez já façam parte de comunidades virtuais com quem jogam, relaxam e se socializam. Caso não, forme um grupo. Por exemplo, programe uma conversa virtual durante uma refeição com dois bons amigos que também estão isolados. Programe um tempo de oração virtual com um amigo.

Andy Smith
Coordenador de Evangelismo na OMF International

Andy Smith atuou como Coordenador Internacional de Evangelismo nos últimos anos. Antes de ocupar esse cargo, ele passou 16 anos plantando igrejas, formando lideranças de campo e treinando outros plantadores de igrejas nas Filipinas. Começou a facilitar eventos para treinamento no leste da Ásia antes de ingressar como Coordenador Internacional de Evangelismo.

Compartilhe este post

Envolva-se

Tem perguntas? Envie-nos um e-mail.

Sua consulta será encaminhada para a equipe OMF pertinente.

Contact Form - PT

Ai clicar em Enviar, você concorda com o processamento das suas informações de acordo com os termos em nosso Política de Privacidade.

OMF International possui uma rede de centros em todo o mundo.
Se o seu país/região não estiver listado, selecione nosso site internacional.