Aprender idiomas é um ministério

Depois de cinco meses estudando no Centro de Cultura e Língua Japonesa da OMF, passei mais de 600 horas aprendendo formalmente o idioma. Mas eu senti como se tivesse apenas arranhado a superfície.

Como um missionário cristão que recebe apoio financeiro, a tentação é considerar o aprendizado de línguas um obstáculo. Algo que eu tenho que “superar” para que eu possa chegar ao verdadeiro assunto de pregação e discipulado. No entanto, percebi que aprender uma língua leva tempo, mas não é uma perda de tempo. Na verdade, é necessário.

Pensei em quatro motivos pelos quais o aprendizado de línguas para missionários deveria levar tempo.

É bom ser humilhado

Vim para o Japão com um pouco de orgulho. Eu não sabia disso na época, mas ele estava lá. Tenho mestrado em teologia e experiência como pregador e pastor – com certeza terei um ministério de sucesso. E lá vamos nós… cinco meses depois, eu ainda era muito ruim em japonês. Eu então percebi que não era tão bom assim. Não conseguia ler uma postagem; não conseguia ter conversas significativas em japonês. É tudo muito humilhante. Com essa experiência, aprendi mais sobre depender de Deus para tudo.

Jesus fez isso

Jesus não tinha pressa em iniciar seu ministério terreno. Antes de começar, “Jesus crescia em sabedoria e estatura, e na graça de Deus e dos homens” (Lucas 2:52 NVI). Jesus estudou as Escrituras e aprendeu carpintaria. Desde a infância ele teve que aprender um idioma e como interagir com a cultura de sua época. Jesus passou 30 anos se humilhando e aprendendo. Não chega a ser ridículo o fato dos missionários acharem que com apenas alguns meses de treinamento vamos aprender tudo?

É mais do que apenas aprender palavras

O idioma é a pele de uma cultura que cobre cosmovisão, valores, etc. O idioma é a flor acima da superfície; a raiz é a cultura que dá vida a esta flor. O japonês é uma língua difícil, não apenas por causa dos caracteres complexos ou da gramática, mas por causa da cultura subjacente. Por exemplo, o discurso polido versus o casual e o silêncio versus o falar devem ser todos pensados. Aprender tudo isso leva uma vida inteira.

Isso mostra algo sobre nós

Os missionários da OMF normalmente passam os primeiros quatro anos em treinamento – todo o primeiro estágio. Isso mostra aos asiáticos que amamos sua cultura, amamos sua língua, queremos entendê-los a ponto de discernir seus batimentos cardíacos. Nosso desejo é compartilhar as boas novas de Jesus Cristo, mas queremos que eles entendam que são as boas novas, não uma imposição do nosso discurso.

O aprendizado de idiomas não é um trampolim para o ministério, é o ministério.

Talvez você esteja frustrado com o aprendizado ou a preparação para algo que deseja fazer. Lembre-se, Deus está no processo, não apenas no resultado.

–Por AJ, um missionário da OMF

Você vai orar pelos missionários no Japão?

  • Aprender a língua e a cultura japonesas não é algo que os missionários acham que já terminou. Ore pela perseverança e encorajamento para persistir.
  • Ore pelos professores de idiomas do Centro de Língua e Cultura da OMF Japão (JLCC). Ore para que sejam professores sábios e pacientes.
  • Ore para que os missionários tenham cuidado ao aprender o idioma e isso fale aos corações dos japoneses.

Compartilhe este post

Envolva-se

Tem perguntas? Envie-nos um e-mail.

Sua consulta será encaminhada para a equipe OMF pertinente.

Contact Form - PT

Ai clicar em Enviar, você concorda com o processamento das suas informações de acordo com os termos em nosso Política de Privacidade.

OMF International possui uma rede de centros em todo o mundo.
Se o seu país/região não estiver listado, selecione nosso site internacional.