Conselho de uma atleta cristã: como conhecer Jesus transforma o esporte

Com as Olimpíadas de Tóquio em andamento, este é um bom momento para pensarmos em como nossa fé e nossos esportes podem se conectar. Então, perguntamos à obreira da OMF, Hasina Boulter, que conselho ela daria aos esportistas cristãos.

Hasina têm experiência o suficiente para responder. Ela alcançou o nível olímpico de natação – fazendo parte da pré-equipe de Madagascar em 2000, mas agora atua como professora de natação na OMF das Filipinas. Você pode conhecer mais sobre sua história fascinante em nossa entrevista completa.

1. Conquista não é identidade

‘Nosso esporte ou nossas conquistas não são nossa identidade. Nossa identidade está em ser a pessoa que Deus nos chama para ser. Mas eu tive que aprender isso. Fui lembrada disso durante a pandemia – as Olimpíadas foram adiadas, não houve eventos de gala ou competições, mas a vida continua!

“Acho que às vezes temos expectativas não atendidas sobre a vida e então buscamos metas que talvez não sejam saudáveis. Aqueles que conhecem a Cristo podem perguntar a Ele: “devo fazer isso ou não?”

Tenho certeza que você já ouviu falar do filme Carruagens de Fogo. Eric Lidell fala sobre sentir a alegria do Senhor enquanto corria. Já que realmente conheci Jesus, posso dizer “que a minha natação seja uma alegria para Ti, Jesus.” Eu não sabia disso antes. Eu nadava para mim. Nadava pelos meus treinadores, nadava pelo meu país. Mas agora estou nadando por Jesus, ensinando por Ele. ‘

2. Use os esportes para construir pontes

‘Pegue o esporte que Ele lhe deu como uma ferramenta para construir pontes entre você e os não-cristãos.’ Use o esporte para ser uma ponte com os não-cristãos e encontre o terreno comum ali, converse com eles e seja genuíno sobre sua fé. Busque primeiramente a Deus e Sua justiça e tudo mais lhe será acrescentado.

Não trate as pessoas como projetos, pensando “Ok, vou encontrar meu amigo, vou ‘salvá-lo’.” Em vez disso, vamos apenas nadar juntos, ou vamos praticar esportes juntos e conversar sobre isso e viver um pouco juntos. Então ore pela obra do Senhor nisso. Seja um verdadeiro amigo e então você pode apresentá-lo ao seu melhor amigo! ‘

3. Seja um competidor humilde

Você ainda pode ser um competidor humilde por Jesus. ‘Eu também tive que aprender isso!’, Hasina diz.

4. O esporte é uma língua internacional

‘Mesmo que você não saiba a língua do país em que está, o esporte pode construir pontes. Isso porque as regras são as mesmas em todo o mundo. Então é isso que você pode usar para fazer seu primeiro quebra-gelo e o resto pode seguir. Acho que as pessoas ainda podem jogar uma partida sem conversa. Essa é a linguagem para começar. Portanto, não desanime, dizendo: “Mas poxa, eu nem falo esse idioma”. Apenas vá em frente. Se ele está chamando você, ele vai equipá-lo para isso também.

Próximos passos:

Compartilhe este post

Envolva-se

Tem perguntas? Envie-nos um e-mail.

Sua consulta será encaminhada para a equipe OMF pertinente.

Contact Form - PT

Ai clicar em Enviar, você concorda com o processamento das suas informações de acordo com os termos em nosso Política de Privacidade.

OMF International possui uma rede de centros em todo o mundo.
Se o seu país/região não estiver listado, selecione nosso site internacional.